"Só não se perca ao entrar no meu infinito particular"



Prazer, Lu.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Os "sem razão" fazem toda diferença



Nos últimos dias as ruas do Brasil tornaram-se uma grande arquibancada democrática. Os brasileiros munidos de uma extensa pauta de insatisfações, cansados da desigualdade que se perpetua estão empenhados em busca de condições dignas.



Vinte centavos no reajuste das tarifas do transporte público foi o estopim, o início de um movimento que se alargou, despontando no exercício pleno da cidadania de um povo que acomodado ou dormindo – acordou!



Reivindicações como assistência básica fundamental – saúde, educação de qualidade e ao alcance de todos − privilégio aos políticos, obras públicas superfaturas e inacabadas e a intolerância à corrupção, estão entre outras causas que desencadearam o movimento da população, que cobra resposta do governo, e tem pressa, pois já cansou de esperar.




Grupos organizados de forma pacífica já obtiveram alguns resultados satisfatórios, entretanto, pessoas infiltradas, sem objetivo legal, que aproveitam do momento para demonstrar sua falta de educação e respeito, mudaram a direção das manifestações. O que inicialmente tinha por objetivo ser o povo contra o governo, passou a ser o povo contra o povo. É o que podemos observar com as depredações e saques, agressão ao patrimônio, seja ele público ou privado.



É evidente que este movimento dos “Sem Partido” é uma forma nítida da democracia, é o esforço de um povo que está pensando num futuro justo, digno, e trabalha para a construção de um passado da desigualdade social, mas infelizmente, não está sozinho, segue acompanhado da ignorância dos “Sem Razão”.



Hoje é dia de greve nacional, considero uma continuidade às insatisfações, os sindicatos reuniram-se, objetivos particulares de cada categoria, mas que somados resultam na luta por melhores condições. Acreditei que por ser algo melhor planejado, fôssemos observar algo mais tranquilo, pacífico, no entanto, o dia está apenas começando e o que vejo lá fora, são pessoas muito mais que munidas de questionamentos, eles estão fortemente armados. Pedaços de pau, pedras, fogo, bombas, estupidez e muito “quebra pau”. Os “sem razão” fazem toda diferença, de forma negativa, infelizmente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário