"Só não se perca ao entrar no meu infinito particular"



Prazer, Lu.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Mais do mesmo





Tenho farejado com dedicação nos últimos dias, um assunto para compartilhar. Não diferente dos demais, procuro algo que faça você, sagaz leitor, se imaginar, se inserir no contexto, ficar instigado, indignado, emocionado, suspender a respiração... Um tema Inusitado, diferente, novo, fresquinho, quente, original? Isso é impossível, e eu explico.

Mesmo diante de tanta coisa acontecendo no mundo, escrever algo interessante, novo, não é nada fácil. Portanto, acaba sempre no “mais do mesmo”. Meu trabalho de conclusão de curso tem este título “Um Museu de Grandes Novidades”, sabe por quê? Por mais que recebamos diariamente uma avalanche de novas informações, acontecimentos inusitados, surpreendentes e até assustadores, do tipo: terremotos, vazamento de petróleo, queda de aviões, de torres, homens bomba, violência nas estradas, casa e separa de famosos, eleições, maletas, cuecas e meias cheias de dinheiro, tendências da moda, cantores que só tem uma música e viram ídolos da noite para o dia, celebridades que morrem de overdose, copa o mundo de quatro em quatro anos...

Tudo se repete, a gente vira a página, esperamos encontrar uma cena nova, mas não, mudam apenas os personagens e a data do fato. É simplesmente o velho, trazendo o novo. Então, porque não falar do assunto do momento.

Que tal uma análise e comparação das palavras que todo dia estão estampadas no jornal. Capa e contracapa, matérias de destaque, sempre! Craque ou Crack?! Vocês querem temas mais discutidos e consumidos que esses dois?

Pensamos juntos. Essas duas palavras homônimas homófonas, de mesma pronúncia, porém escrita e sentidos diferentes, carregam entre elas uma triste coincidência. A fabricação em escala industrial, seja de craques de futebol ou de usuários de crack.

Um dia ensinaram a criança pobre a sonhar acordada. Bastava cheirar uma garrafa de plástico de onde saída um cheiro forte e enjoativo. Desde então, a criança pobre sonha acordada e quando dorme, tem pesadelos."

Diante disso, proponho: Vamos todos juntos vamos, pra frente Brasil, salve a população!

Um comentário:

  1. A MAS D 15 ANOS Q O CRACK ESTA DENTRO DAS PERIFERIAS. QUANDO VIRÃO Q QUEM TAVA FUMANDO ESSA MERDA NÃO ERA SO O FILHO DA DONA MARIA ,
    COMEÇARÃO A DIVILGAR E ALERTA A POPULAÇÃO.
    MAS VC ACHA D VEDRADE Q ALGUEM TA C EMPORTANDO COM TUDO ISSO ?

    ASS: OGRO

    ResponderExcluir