"Só não se perca ao entrar no meu infinito particular"



Prazer, Lu.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Eu, a Viola e Deus


23h42min, quarta-feira, acabo de regressar do show Tributo a Pena Branca & Xavantinho, “Eu a Viola & Deus”, promovido pelo programa Raízes Sertanejas, da Universitária FM 104.7. A convite de Fernando Palhares meu colega de profissão e apresentador do raízes, foi MARAVILHOSO! Teatro lotado, o público cantava emocionado e, no palco, Pereira da Viola, Chico Lôbo, Yassir Chediak e Silvio Barbieri, quatro representantes da música Caipira e Caiçara. Inevitável não me transportar lá pras bandas do sul diante deste espetáculo. Quando ouço a viola, posso sentir meu pai próximo, é um de seus maiores prazeres, roda de amigos, viola e música caipira.  Imagino as belas prendas dançando, a terra vermelha , a churrasqueira fogo de chão e o chimarrão. 
Recordo-me da infância, meu avô Bastião, na cadeira de palha se aquecendo ao lado do fogão à lenha, abraçado ao radio à pilha ele acordava e dormia. Sempre, todo dia, a cena se repetia..."A tua saudade corta como aço de navalha,o coração fica aflito bate uma, a outra falha,os olhos se enchem d'água, que até a vista se atrapalha..."
 
Percorro os Pampas/RS, mas não só lá, quando menos espero chego no Alto Araguaia/MT, sem da cadeira levantar, é uma verdadeira viagem que a viola pode nos proporcionar... " Eu entrei no Mato Grosso bem em terras Paraguaias, la tinha revolução, enfrentei forte 'bataia'..."

Sinto nas veias o sangue farrapo, gaudério, ele corre, vibra. Sinto o cheiro de raízes no ar. Observo ao redor e admiro as pessoas gentis, educadas que frequentam esse tipo de evento, todas contagiadas pelas letras que tocam lá no fundo, do peito, da alma... Pessoas encantadas pelas músicas que tem sentido, início, meio e fim, raridades que ainda soam em nossos ouvidos pra quem se permite ouvir. Experimente!



4 comentários:

  1. moça,
    não conhecia estas suas raízes sertanejas: a crônica, o evento...

    ResponderExcluir
  2. Andêssa Borel10 junho, 2010

    Luuuu... da para explicar pq não me convidei para curtir esse momento? Tem coisas que ninguém explica.
    Bjussss....

    ResponderExcluir
  3. Rao: Eu sou bixo do mato, como não ter raízes sertanejas?!

    Dressa: Precisava de um momento meu, particular, fui sozinha pois queria de verdade viajar, recordar...Da próxima vez te chamo.

    ResponderExcluir
  4. "Não permita Deus que eu morra, sem que eu volte para lá...", hoje estou nóstalgica e com muitas saudade de minha querida terra..

    Gabi

    ResponderExcluir